Os Fatos mais inacreditáveis e curiosos do mundo estão aqui!

, / 939 0

O BIZARRO CASO DE KASPAR HAUSER

SHARE

Um dos casos mais misteriosos da psicologia humana se trata da história de Kasper Hauser – um menino que provavelmente teria nascido em 30 de Abril de 1812 em Mittelfranken na Alemanha.

Segundo relatos, foi abandonado em uma masmorra (cela) na zona rural da cidade, e, não tinha nenhum contato físico e verbal com outra pessoa; o que o impediu de se expressar em um idioma e de construir uma figura humana através de símbolos. Exemplo: nós conhecemos uma cadeira, porque nos disseram desde pequeno que o tal objeto é uma cadeira. Porém, se ao contrário fosse dito que seria um cão, assim a chamaríamos.

Aos quinze anos, Hauser foi solto por uma pessoa não identificada, em uma praça pública de Nuremberg, em 26 de maio de 1828. Com ele, foram encontrados apenas uma carta explicando sua vida, um livro de orações e um cavalo de madeira. Como foi alimentado basicamente de pão e água durante o tempo em que esteve preso, o organismo do jovem adquiriu intolerância a ingerir qualquer outro alimento ou bebida.

Com o tempo o rapaz deixou de ser um ‘selvagem’ – assim era conhecido, pois agia como tal, e passou a falar, escrever e agia de forma social; inclusive era conhecido como “filho da Europa” – devido sua popularidade. Apesar disso, ele nunca se lembrou do seu passo, não se sabe ao certo porque havia sido aprisionado quando criança e solto quando jovem.

Kaspar Hauser, foi assassinado com uma facada no peito, em Dezembro de 1833, nos jardins do palácio de Ansbach. As motivações e autoria do crime jamais foram esclarecidas; mas, acredita-se que a morte foi encomendada por uma universidade da época e que seu corpo foi estudado por psicanalistas e psiquiatras.

O filme alemão ‘O Enigma de Kaspar Hauser’, dirigido pelo premiado diretor Werner Herzog, fala sobre a dramática história desse garoto.

 

PASSWORD RESET

LOG IN